sábado, 27 de novembro de 2010

LIBERDADE ! ABRE AS ASAS SÔBRE NÓS!


VIOLÊNCIA NO RIO de JANEIRO.
Comenta O INDIGNADO:
A guerra civil em que o Rio de Janeiro, envolveu-se há anos, esta semana tomou rumos insuportáveis. Verdadeiras batalhas estão sendo travadas entre policiais e traficantes. A população amedrontada, clama por programas de segurança através do governo federal. O 'MAROLINHA", devia sim, deixar a tua insistente campanha contra a imprensa, e promover junto aos respectivos ministérios, medidas drásticas não só no Rio. O país está indignado com o constante crescimento da violência. As ações até o momento de nada valem; tem-se de combater o nascedouro do problema: a entrada das drogas e, o completo isolamento dos chefões das milicias. De que adiantam transferir-se traficantes para prisões de segurança máxima e eles continuarem suas atividades enviando ordens e mais ordens através dos visitantes que recebem, quer familiar ou advogados de defesa? Entendo por segurança máxima, incomunicabilidade total, e, em consonância com estas medidas a atuação firme nos pontos de vendas e respectivos esconderijos. Desta forma, as ocupações de morros e favelas funcionam. A nação brasileira, o povo carioca e a sociedade fluminenense, exigem segurança, o direito de ir e vir, moralidade é ética do Estado. Taí "Marolinha", a grande chance de encerrar teu governo com chave de ouro. Faça valer tuas prerrogativas de Presidente. AJA!!!

2 comentários:

Maria José disse...

Para comentar sobre esta matéria, vou falar de um poema que o padre Dennis O´Brien, capelão do Corpo de Fuzileiros Navais
dos Estados Unidos disse sobre o soldado:

É o Soldado...

É o soldado, não o Presidente,
Quem nos dá democracia;
É o soldado, não o Congresso,
Quem cuida de nós;
É o soldado, não o jornalista,
Quem nos garante a liberdade de imprensa;
É o soldado, não o poeta,
Quem nos desperta a liberdade de expressão;
É o soldado, não os sindicados,
Quem nos garante a liberdade de manifestação;
É o soldado quem cultua a Bandeira,
Quem por ela se bate,
Quem acaba em um ataúde por ela coberto,
Enquanto outros a ignoram e a maculam.
Grande abraço.

angela disse...

Já tem um bom tempo que essas medidas precisam ser tomadas, juntamente com outras de orientação mais preventiva.
abraços