terça-feira, 2 de agosto de 2011

CHEIRO de PERIGO NO AR.

Depois das declarações do Lula sobre 'mulher deve ser dengosa com o seu homem, senão ele põe o cuecão e volta a dormir'...

Depois QUE A SENADORA, a dona Marta Suplicy mandar a população que reclama de tudo e a que perde vôos , 'relaxar e gozar'...



Depois que o Renan Calheiros, usou seu dinheiro (do seu imposto, caro contribuinte) para pagar suas escapadinhas de um casamento monótono...



Depois do irmão do Lula virar apenas 'ingênuo', quando confabulava nos bastidores para se apropriar da grana alheia....



Depois de tanta gente ficar impune e até reeleita como o Valdemar da Costa Neto e outros.... TEM CHEIRO DE PERIGO NO AR!!! Independente do partido político a que vocês simpatizem essa notícia é preciso divulgar e se indignar.



O Boris Casoy foi calado, despedido por ordem do Lula. (e muitos colegas nao querem trabalhar com ele)






Agora, o Jabor foi processado, condenado, calado por ordem do Lula. É um escândalo!!! A imprensa divulgou a sentença que condenou o Jabor a pagar indenização por danos morais, dois dias antes do Juiz assinar a sentença. Agora o Jabor foi calado na CBN. O Diogo Mainardi, além de processado, sofreu ameaças de morte no jornal do MR-8 (da base aliada do Lula). Há Medida Provisória enviada pelo Lula ao Congresso, instituindo a censura prévia aos programas de rádio e TV. Estou gritando CENSURA PRÉVIA, inclusive aos programas jornalísticos.
Os censores já estão nomeados.

2 comentários:

brasileira sem voz disse...

Um absurdo! Mais ainda de pessoas que se diziam perseguidas pelos "ricos", "trabalhadores", etc.

Faltou mencionar o homem das bengaladas naquele que um dia lutou contra as forças do "mal", pois é, morreu misteriosamente após ser preso em Brasília. Tolos os pobres coitados que acreditaram no nordestino que iria defender os trabalhadores.

ALBERTO FIGUEIREDO disse...

Cheiro de perigo?
Quanta ingenuidade, já vivemos um ditadura, só que até agora apenas as brincadeirinhas (faz o povo rir) que ele gosta e faz que pune os grandes (ladrões) que o povão vibra.
Breve começará outra fase, cala a boca ou vai comer capim pela raiz.
Não se dá vitamina a cobra doente, mata e quebram-se os ovos.